Amendoeira em Flor

Vicent Van Gogh foi um pintor pós impressionista, que nasceu numa pequena aldeia em Groot Zundert, no sul da Holanda em 30 de março de 1853. Foi diagnosticado problemas mentais e aos 37 anos suicidou-se. As suas obras só se tornaram famosas depois da morte do pintor.

Em 31 de janeiro de 1890, Theo escreveu a Vincent informando sobre o nascimento de seu filho, a quem ele havia chamado Vincent Willem, numa clara homenagem ao irmão pintor. Van Gogh, que era muito próximo de seu irmão mais novo, começou imediatamente a preparar-lhe uma pintura com o seu tema favorito: Ramos que florescem tendo como fundo o céu azul. O presente era para ser pendurado sobre a cama do casal. Como um símbolo da nova vida que chegava, Van Gogh escolheu uma amendoeira, que floresce bem cedo em algumas regiões, anunciando ainda no início de fevereiro a chegada da primavera. Pintura a óleo sobre tela, com dimensões de 74cm x 92cm, pode ser encontrada no Museu Van Gogh.A chave pertence a série de pinturas de 1946 chamada Accabonac Creek , que marcou um momento crucial na sua evolução como um artista, esta pintura quase surrealista foi criada no chão de um quarto e ele trabalhou diretamente de todos os lados. Embora haja uma sugestão geral de paisagem, aqui o processo de pintura tornou-se primário, expressando o poder da ação espontânea e dos efeitos casuais.

A abstração resultante, com sua aparência expressiva, gestual, prefigurou as composições de Pollock como celebres pinturas com gotejamento que estreou no ano seguinte. Acredita-se que a pintura recebeu seu nome (A chave) para significar um novo começo para o campo da arte americana, numa época em que as pinturas europeias dominavam a cena de arte. Esta obra pode ser apreciada no Instituto de Arte de Chicago, Chicago, EUA.