A Virgem

Gustav Klimt foi um pintor simbolista austríaco. Em 1876, estudou desenho ornamental na Escola de Artes Decorativas. Associado ao simbolismo, destacou-se dentro do movimento art nouveau austríaco e foi um dos fundadores do movimento da Secessão de Viena, que recusava a tradição académica nas artes. Klimt foi também membro honorário das universidades de Universidade de Munique e Viena. Os seus maiores trabalhos incluem pinturas, murais, esboços e outros objetos de arte, muitos dos quais estão em exposição na Galeria da Secessão de Viena.

A Virgem é uma pintura a óleo sobre tela datada de 1913, a fase final do artista. A pintura mostra uma mulher, rodeada por quatro das personalidades, e flores, o que, no seu conjunto, faz referência ao amadurecimento feminino desde a virgindade até à mulher adulta. As quatro mulheres que envolvem o modelo central estão entrelaçadas. Tal como habitual nas pinturas de Klimt, o amor a sexualidade e a regeneração estão presentes, aqui representados pela forma circular da pintura. Está localizada no Museu Nacional de Praga, Praga.